sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Endermologia



A Endermologia reduz a retenção de água, favorecendo o funcionamento dos sistemas venoso e linfático e é capaz de moldar o corpo e reduzir volume potencializando a quebra das celulas de gordura nos níveis mais profundos do tecido adiposo. Quanto ao nível superficial, realiza uma esfoliação que elimina as células mortas e devolve à pele o seu brilho natural. Por esses motivos, Endermologia é a resposta aos principais problemas estéticos da mulher, podendo ser adaptada a casos concretos. Se utilizada num regime de emagrecimento, tanto de homens como de mulheres, otimiza os resultados graças à ação mecânica exercida sobre as gorduras mais profundas das zonas afetadas pela celulite, ao estimular as funções de eliminação do próprio organismo e tonificar a pele no momento em que ela mais necessita. No que se refere à cirurgias, a Endermologia é útil para preparar e suavizar o tecido conjuntivo subcutâneo antes da intervenção. Ele ataca a celulite agindo sobre os tecidos hipodérmicos, as trocas intercelulares, estimulando a vascularização e a eliminação das toxinas e mobilizando o "gel conjuntivo", devolvendo toda a sua suavidade.
O Ultrassom é uma boa alternativa para o complemento do tratamento da gordura localizada. Ele age lesando as células de gordura e causando a redução desta. Devido à sua ação anti-inflamatória, o ultra-som também é muito usado nas recuperações de cirurgias plásticas, onde age na redução da formação de edema (inchaço), redução da fibrose (cicatriz interna), e portanto, levando à uma recuperação melhor e mais rápida. No pós-operatório e no tratamento de celulite é geralmente associado à drenagem linfática manual e a endermologia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário